close

ENTREVISTA: Vereador Aleks Palitot relembra a luta pelo Transporte Escolar

Denúncias do vereador resultaram em investigações e operações de forças policiais na Semed

ASSESSORIA

18 de Novembro de 2019 às 16:57

ENTREVISTA: Vereador Aleks Palitot relembra a luta pelo Transporte Escolar

FOTO: (ASSESSORIA)

Em entrevista concedida no último dia 05, ao apresentador do programa A Hora do Povo, Arimar Souza de Sá, o Professor Aleks Palitot, relembrou sua trajetória política e sua militância à frente da Comissão de Educação da Câmara Municipal (2017/2018), onde questionava o transporte escolar na Zona Rural e Baixo Madeira, além da perda da verba do Ministério da Educação destinada a Campanha de Erradicação do Analfabetismo.

 

Ao assumir a presidência da Comissão em fevereiro de 2017, uma das minhas primeiras medidas foi pedir vista dos contratos da Semed. Foi quando atestei falhas e equívocos nos processos com as empresas prestadoras do serviço de transporte na zona rural e o transporte fluvial de estudantes”, afirmou o vereador, durante entrevista ao programa veiculado pela Rádio Caiari.

 

 

 

 

 

Estas, eram demandas que a comissão tinha o compromisso de se reunir e zelar, visando sempre a qualidade do serviço prestado pelo município de Porto Velho para a sociedade”, declara Palitot. Durante o biênio em que esteve como Presidente da Comissão, foram protocoladas quatro denúncias ao Ministério Público solicitando providências para a demanda.

 

A secretaria Municipal de Educação, foi alvo da operação da Policia Federal denominada Ciranda, com o objetivo de combater os desvios de recursos do Programa Nacional de Transporte Escolar. Ação que resultou na prisão do então Secretário, empresários e agentes públicos que em conluio fraudavam as licitações.

 

 

 

 

 

No início de 2019, Aleks foi afastado da Presidência da Comissão passando a atuar como membro e ainda que de forma mais sutil, continuou a atuar em prol da população, principalmente da dos distritos da Ponta do Abunã. “Como presidente da Comissão de Educação minha luta era fiscalizar o executivo municipal. Realizei uma verdadeira “via crucis” em busca de documentos. Foram e idas e vindas a Secretaria Municipal de Educação, Ministério Público, reuniões intermináveis com promotores, gestores, servidores e até representantes de empresas de transporte envolvidas no imbróglio que dura até os dias de hoje”, assegura Palitot.

 

Durante a reunião da Comissão de educação realizada em 19 de outubro. “Há vários pontos que devem ser observados antes de permitirmos o empréstimo desta magnitude e para este fim. O Juros, o número de parcelas, se há veículos à pronta entrega e principalmente como a prefeitura pretende operacionalizar. É preciso criar uma estrutura para cuidar dessa frota e esse serviço será terceirizado”, questiona Palitot.

 

 

 

 

 

Para o Professor Aleks Palitot, “o que não se pode permitir é que a população saia mais uma vez prejudicada pelo atraso e pela falta de gerência na educação. Os alunos tem direito de frequentar a escola e isso é uma responsabilidade do município, estando inclusive, previsto em seus direitos constitucionais básicos, o que não é respeitado há muito tempo e é necessário corrigir esta situação”, finalizou.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS